Catequista: Uma vocação de alegria e compromisso

Discípulo Missionário: Uma vocação de alegria e compromisso


O povo de Deus recebeu a vocação e a consagração de anunciar e testemunhar o Evangelho. Nesta vocação comum, o Senhor escolhe alguns para o serviço da catequese. Portanto, os catequistas são convocados por Deus, mediante a Igreja, para desempenhar a missão evangelizadora da educação na fé.

A fim de que estes agentes pastorais possam desempenhar de maneira responsável e qualitativa o seu ministério, devem prestar uma particular atenção às suas competências, entre as quais está a sua formação.

A formação do catequista responde a uma necessidade da comunidade, de poder conhecer, experimentar, vivenciar, aderir, transmitir e comunicar uma fé que seja madura, com  verdadeiros fundamentos cristãos, através do encontro vivencial e íntimo com a pessoa de Cristo e seu  evangelho (cf. CAL 197).

Uma fé que o torne capaz de acompanhar os que se aproximam em busca de uma formação “orgânica e sistemática da fé” (CT 21).

1. O que é ser catequista?

Catequista é ser uma pessoa vocacionada que trabalha pelo Reino de Deus, que assumiu em sua vida o discipulado de Jesus. Segundo o documento de Aparecida, “o discípulo é alguém apaixonado por Cristo, a quem reconhece como o Mestre que o conduz e acompanha” (DAp 277).

1.1 Elementos fundamentais para ser catequista:

– o encontro: o catequista deve ter um encontro vivo e envolvente com Jesus Cristo. Este encontro precisa ser uma experiência fascinante, que leva a imitar e seguir o jeito de Jesus e suas atitudes.

– a conversão: “resposta inicial de quem escutou o Senhor com admiração, crê nEle pela ação do Espírito, decide ser seu amigo e ir após Ele, mudando sua forma de pensar e viver” (DAp 278).

– o discipulado: discipulado não é ponto de chegada, mas processo: “ser discípulo é dom destinado a crescer” (DAp 291).

Para ser discípulo de Jesus, precisa criar o gosto e o desejo de ser melhor, de aprofundar-se e de crescer. Precisa ser “amante da Palavra” (DAp 292), na busca de amar e servir melhor a Deus e aos irmãos. A condição primeira para o discipulado é o aprofundamento bíblico.

– engajamento na comunidade: não há vida cristã sem a participação na vida da Igreja, amando-a, envolvendo-se e vibrando pela vida da comunidade. Precisa ter uma consciência comunitária e uma fé comunitária. É indispensável que o catequista persevere nos ensinamentos de Jesus e da Igreja, na oração, na comunhão fraterna e na vivência litúrgica.

– a missão: à medida que o discípulo conhece e ama o seu Senhor, experimenta a necessidade de compartilhar com outros sua alegria (DAp 278e). A missão do catequista é guiar e conduzir outros ao mistério de Cristo. Anuncia as maravilhas do amor de Deus que salva a todos. Não podemos deixar de falar do que “vimos e ouvimos” (At 4,20). O catequista deixa no coração do catequizando a audácia, a criatividade e o ímpeto missionário.

– o testemunho: o catequista testemunha sua fé onde quer que esteja. Assume compromissos e tarefas na comunidade eclesial e na sociedade civil. Promove a justiça, estimula o cuidado com o meio ambiente, luta pela paz.

2. Frases inspiradoras de Jesus catequista:

– “Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei” (Jo 15,12).

– “Eu sou o bom pastor. Conheço minhas ovelhas e elas me conhecem” (Jo 10,14).

– “Ide, pois, fazei discípulos em todas as nações. E batizai em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo” (Mt 28,19).

– “Eis que estou convosco todos os dias até o fim dos tempos” (Mt 28,20).

– “Felizes, sobretudo, são os que ouvem a Palavra de Deus e a põe em prática” (Lc 11,28).

– “Como o Pai me enviou, também eu vos envio” (Jo 20,21).

– “Não fostes vós que me escolhestes; fui eu que vos escolhi” (Jo 15,16).

– “Vem e segue-me” (Mc 2,14).

– “Eu sou a luz do mundo, quem me segue não caminha nas trevas, mas terá a luz da vida” (Jo 8,12).

– “Recebereis o poder do Espírito Santo que virá sobre vós para serdes minhas testemunhas em Jerusalém, por toda Judeia e Samaria, até os confins da terra” (At 1,8).

– “Tomai sobre vós o meu jugo, sede discípulos meus, porque sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para vós” (Mt 11,29).

– “Avancem para águas mais profundas e lançai as redes para a pesca” (Lc 5,4).

* continua http://www.catequesefloripa.org.br/index.php/formacao/categoria-cadete/disciple-missionary