“É uma catástrofe, precisamos de ajuda”: o apelo da Caritas Filipinas

Manila (RV) – A Caritas Filipinas lançou um apelo para arrecadar fundos em prol das vítimas do tufão Haiyan-Yolanda, que atingiu a região central do país sexta-feira passada.

“O tufão deixou um rastro de destruição, é uma grande catástrofe, mas nosso plano de emergência está em ação”, declarou o Secretário Executivo da Caritas Filipinas, Pe. Edwin Gariguez.

O sacerdote afirmou que se trata da maior e mais forte tempestade que atingiu o país, numa área já devastada por um terremoto de 7,3 graus de magnitude no mês passado. “Precisamos de ajuda . É realmente uma grande calamidade. ”

Com ventos de até 235 quilômetros por hora, o tufão matou cerca de 10 mil pessoas, milhares estão desabrigadas e desaparecidas. Não há energia e falta água potável.
Membros de Catholic Relief Services também se mobilizaram. O Diretor regional, Greg Auberry , afirmou: “A dor de um desastre é devastador. No momento, estamos tranferindo lonas para Cebu City, para que possamos fornecer abrigo a 8.000 famílias”.

No site da Caritas Internacional, caritas.org, é possível fazer uma doação para a Caritas Filipinas.
(BF)

Texto proveniente da páginahttp://pt.radiovaticana.va/news/2013/11/11/é_uma_catástrofe,_precisamos_de_ajuda:_o_apelo_da_caritas_filipinas/bra-745495
do site da Rádio Vaticano