Vaticano: Vigília Ecuménica decorre em paróquia dedicada aos Santos Mártires de Uganda

Celebração enquadra-se na Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos

Cidade do Vaticano, 23 jan 2014 (Ecclesia) – A paróquia dedicada aos Santos Mártires de Uganda em Roma recebe hoje a vigília ecuménica diocesana que tradicionalmente se realiza no âmbito da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos.

A paróquia, no Bairro Ardeatino, vai reunir representantes das diversas confissões cristãs “para pedir o dom da unidade”, inspirados nas palavras da Primeira Carta aos Coríntios: “Cristo não pode estar dividido”, refere a Rádio Vaticano.

A cerimónia vai ser presidida pelo bispo Paolo Schiavon e a pregação vai estar a cargo do pastor anglicano Boardman; as ofertas recolhidas durante a oração vão reverter a favor da prisão de Rebibbia.

“Hoje existe um défice de esperança, em parte também por causa destas divisões, mas as Igrejas e as comunidades eclesiais encontram-se, mesmo no meio das divisões, quando existem desafios comuns” revela D. Marco Gnavi, encarregado do Departamento Diocesano para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso.

Na paróquia dos Santos Mártires de Uganda vão reunir-se em oração católicos, ortodoxos, cristãos eritreus, etíopes, anglicanos, luteranos, batistas e metodistas.

“O fio condutor da oração vai ser o dom que cada um pode representar para o outro e vai ter no centro da cerimónia a liturgia da Palavra e os comentários bíblicos”, explica D. Marco Gnavi em declarações à Rádio Vaticano.

O Papa Francisco preside este sábado, na Basílica de São Paulo fora de muros, à celebração das Vésperas por ocasião da conclusão da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos.